terça-feira, 27 de setembro de 2016

Vida

Sei que não podemos estar juntos Sei que não é esse o nosso destino Sei que não te posso olhar como te olhava sem corar... Sei .que sinto a tua falta....
...tu continuas a estar junta a mim Continuas a ser o meu destino Continuo-te a olhar... ...continuo a corar... Continuas tu A olhar para mim Continuas tu a respirar-me Não nos temos.... ...não nos temos... Continuo a respirar-te Como no primeiro dia Continuo a respirar-te Quando te senti... Sei que não posso... ...mas continuo...



Pedro Soares
uo
26/09/2016

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Não te percas por onde vais

Não te percas por onde vais
Escolhe o teu olhar
Escolhe o teu sorriso...
Não te percas por onde vais
Segue-te por esse caminho
Fecha os olhos...
                           ...dá um passo´
Deixa-te cair
Adormece sob as ondas
Não te percas por onde vais
Renasce das cinzas que te atormentam
Rasga o passado da tua alma
Percorre os céus da tua mente
Vê os teus pensamentos perverso
Atormenta a tua alma
Parte os grilhões do teu coração
Solta-te...
               ...voa...
Não te percas por onde vais...
                                               ...não te percas





                                                                                                                                                 26/01/2015

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Sonhos perversos

Já tive sonhos perversos 
Ainda os tenho
Sonho contigo
Imagino-nos noutro mundo
Um mundo de fantasia e ilusão
Sonhos tão perversos
Que fico contigo para sempre
Tão perversos em que te beijo com paixão
Sonhos tão perversos
Que te perco...
...perco para sempre
Sonhos de me perder no teu olhar
De me perder no teu respirar
Sonhos tão perversos
Que não passam disso mesmo...
...sonhos
Ainda os tenho...
...mas são sonhos...


                                       

                                            03/02/2014


quarta-feira, 19 de junho de 2013

Porque te quero tanto

Porque te quero tanto?
Porque ainda não saíste dos meus sonhos?
Porque me sinto perdido?
Será que te quero?
Será que já saíste dos meus sonhos?
Será que já me encontrei?
Possivelmente o destino
Esse jogador
Esse traidor
Porque te quero tanto?
Não é por existires
Será só por seres...
Fugires do meu olhar
Derrotando-me com o teu
Porque te quero tanto?
Porque a chuva precisa do Sol
Porque o mar precisa da Lua
Desencontrados para sempre
Num mundo redondo...
...para sempre...
Porque te quero tanto...


19/06/2013


sexta-feira, 5 de abril de 2013

Não há como não te amar...

Não há como não te amar
Ver-te na luz ténue da noite
Ver-te assim
Ver-te a ti...
Não há como não te amar
Sentir-te pelo ar
Voltar a to
Seres tu...
Não há como não te amar
Sentir-te como nunca senti
Como não fugir de ti
Sinto-te na luz
Não há como não te amar
Cruzas os olhos com orgulho
Orgulho teimoso
Como o inverno que habita meu coração
Não há como não te amar
Sentir o teu toque como a chuva
Chuva de outono
Suave...
...suave
Não há como não te amar
Sentir-te na melodia
Dominares-me...
...não me deixares livre como queres...
Não há como não te amar...


05/04/13

terça-feira, 2 de abril de 2013

Continuas a ser um eco nos meus sonhos

Continuas a ser um eco nos meus sonhos
Uma lágrima em mim
Um fantasma que  me assombra
Um sonho que me leva
Continuas a ser tu
A mesma que me desperta
Tantos ecos
Alvoradas enubladas
Restos de sonhos
Invadem o meu coração
Nada os faz parar
Até onde?...
...Até quando?
Lembro-me do sempre...
Será o sempre uma palavra...
...ou um sentimento
Nunca quero deixar de sonhar contigo
Mesmo que sejas só um eco
Entretanto afastas-te...
Proteges-te na escuridão
Fechas-te e vives...
Não importando se continuas um eco nos meus sonhos...

02/04/2013

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Escuridão

Antes saber que não existes
Que viver em escuridão
Antes saber que não existes
Do que te ver passar
Antes saber que és um sonho
Do que acordar a chorar
Não quero mais sentir
Este vazio enevoado
Não te querer mais ver
É a pior mentira que posso tentar acreditar
Não te querer sentir
É não querer sonhar
Não te poder beijar
É não conseguir respirar
Sem saber de ti
É viver nas trevas
Rezando por um raio de Lua...


12/12/12


quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Querer

Não me queiras porque te quero
Quer-me por ti
Não me queiras porque te amo
Quer-me por mim
Não me queiras porque me vês
Quer-me porque sonhas comigo
Não me queiras porque pensas em mim
Quer-me porque existo
Não me queiras porque existo
Quer-me porque pensas em mim
Não me queiras...
...quer-me
Quer-me quando me embriago no teu olhar
Quer-me quando o mundo pára
Quer-me quando viajas
Quer-me quando estiveres sem olhar
Quer-me...
...não me queiras...


22/11/12

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Redenção

Passei de novo na tua janela
Não me viste
Confundia-me com a noite
Escura...
...pesada
Sem Lua...
Mal te via nesse teu quarto escuro
Não...
...És fruto meu...
Foi outra vida...
...outro amor...
...outra janela
Iluminada
Brilhante
Cheia de vida...
Agora chove
Sento-me no molhado e choro
Não me consegues ver as lágrimas....
...pensas que são gotas puras da chuva
Falas comigo pelo olhar
Eu oiço-te como sempre
É a única maneira de te ouvir
Nada mais importa
Não acredito nas tuas palavras
Acredito no olhar....


12/11/2012

Existes em mim

Mesmo que não existas
Não deixas que esta alma adormeça
Mesmo que não vejas
Não deixas ouvir
Não deixas existir
Não encontro alma mais escura
Coração mais perdido
Lágrima mais seca
Não deixo soltar este grito mudo
Que  me invade o peito
Dilacerando tudo à volta
Abro a boca e sai silêncio...
Destrutivo...
Traiçoeiro...
Mesmo que não existas
Eu sinto-te....
...sinto o teu toque...
...o teu cheiro...
Mesmo que não existas eu sei
Sei de ti
Não me consigo proteger mais
Olho para o buraco da minha alma...
...do meu paraíso...
De tudo que me rodeia...
Sinto-te...
...é o mais próximo que estive da perfeição
O mais próximo que tou de ti...
A minha alma fica mais escura cada vez que existes em mim...
A minha lágrima mais seca...
O meu coração mais perdido....


12/11/12


terça-feira, 14 de agosto de 2012

Justica

Não há justiça em que o amor saia vencedor
Nada se compara às asas de uma borboleta voando livremente
Nada se tem sem dor...
...sofrimento...
Não há justiça que o justifique
Não há alma que seja cega
Coração não conhece justiça...
...só amor...
...puro
Não há justiça sem dor
Não há céus enublados
Porque toda a vez que o Sol brilha
A Lua sorri...
...nervosa...
...fugitiva
Mas ri com justiça
Justiça de um mundo só dela
Onde não há pecadores
Aí o Sol brilha em todo o seu esplendor
Brilha com a justiça do céu
Mas a noite cai
A Lua brilha com sempre
Deixando o Sol apagado
Porque será que durante o dia
Pode haver Sol e Lua no céu
E de noite só há Lua...
Não há justiça....


14/08/2012